terça-feira, fevereiro 15, 2005

081


Almada, 2005Fev12

a pedido, uma vez sem exemplo. amanhã há mais, no fórum lisboa (antigo cinema roma).

quinta-feira, fevereiro 10, 2005

terça-feira, fevereiro 01, 2005

HS #1


Aveiro, 2005Jan09

o chico lopes chamou-me - "tens que vir aqui ver este mitra".

o zé carlos tem uma expressão de alguma seriedade e compostura que põe instintivamente quando vê uma objectiva apontada para ele, mas como é meio pateta torna-se quase demasiado fácil fazê-lo rir e mostrar que não tem um único incisivo superior - "é das cavacas", dizia o amigo.

o "amigo" provocava-o com brincadeiras infantis, do género "olha ali o polícia que te vem buscar!" e o zé carlos lá ia rindo e falando como podia. urbano e humanista que sou, começou a chatear-me a exposição pública a que o cabrão do "amigo" obrigava o pobre zé carlos e falei um pouco com ele, tentando subverter o cenário de urso dançarino que tanto divertia quem estava à volta. bati umas fotos e segui.

encontrei o zé carlos e o amigo mais tarde, no meio da confusão, enquanto o amigo despejava a rede para dentro do saco que o zé transportava, e perguntei-lhe como estava a correr. com o seu meio sorriso rasgado, disse-me naquela dicção gutural "já temos saco-e-meio!". aquele "temos", franco e sentido, acertou-me em cheio no nervo das fotos-que-nunca-imprimi-nem-entreguei e vi-me, subitamente, no papel de "amigo" do zé carlos, mas sem lhe dar as cavacas.

remeti-me à minha condição de forasteiro e às 6 da tarde já dormitava no alfa.